Bloguinho da Zizi

sábado, 30 de outubro de 2010

Soneto de fidelidade

29 anos depois
Pra você Rafa
que é parte da minha vida,
 todo o meu amor
 todo o meu carinho


De tudo, ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento
Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento
E assim quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama
Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure

Vinicius de Morais

7 comentários:

Isa mar disse...

Esse poema é eterno mesmo,pois sempre quando o leio sinto emoção!
Beijos e um ótimo feriadão pra ti!

Adelaide Figueiredo disse...

Lindo poema!
Desejos de muitas felicidades e que esse amor seja "infinito enquanto dure".
Beijos

Adelaide Figueiredo

Denise Portes disse...

Zizi querida,
Você pode compartilhar o guarda-chuva,você já compartilha o meu coração.
Beijo
Denise

Denise Portes disse...

Muito lindo esses versos...
Beijo
Denise

Graça Pereira disse...

Minha Querida
Vinicius de Morais entendia destas coisas do amor!
Como tu tambem entendes depois de tantoa anos de caminhada, lado a lado...Como é bom! Que assim continue para sempre...
Não sabes quanto é triste caminhar sem outra mão na minha...Hoje, a solidão dói demais...
No próximo dia cinco, põe uma flor bonita numa jarra...quero todas as flores do mundo para o meu amor!
Beijos
Graça

emília, disse...

Zizi,lhe dar um abraço e parabéns pela postagem.Muitos anos de caminhada,e que o amor seja eterno.
Um beijo para vcs.
Emilinha

Jorge disse...

O poema do Vinicius é eterna mesmo. Sempre emocionante.
Parabéns pela profunda declaração de amor!!!

Um beijo, minha doce amiga!