Bloguinho da Zizi

sábado, 29 de dezembro de 2012

Feliz balanço prá você




Neste final de ano não vou fazer balanço.
O que passou, passou!
De bom ou de ruim, tudo passou!
Vou derrubar a ponte que acabei de atravessar e assim construir novas pontes para novos caminhos.
Mas claro, sei que tenho que mudar meu padrão de pensamento para não repetir os mesmos vícios de vida que insisto em manter.
Fácil não vai ser, mas tenho que me empenhar nisso.
Bom, eu disse que não iria fazer balanço mas....
Quem sabe?
Um outro tipo de balanço eu possa fazer e assim, começar o novo ano com uma energia diferente, deixando a minha criança se manifestar e se divertir um pouco.

É isso!

Que tal?
Vamos balançar?
Vamos nos permitir e divertir um pouco mais?



Beijinhos

Zizi

domingo, 23 de dezembro de 2012

domingo, 16 de dezembro de 2012

Minha aldeia


Foto da aldeia Póvoa Dão - berço da minha família materna

....Bate o sol na minha aldeia
com várias inclinações.
Angulo novo, nova ideia;
outros graus, outras razões.
Que os homens da minha aldeia
são centenas de milhões.

....Os homens da minha aldeia
formigam raivosamente
com os pés colados ao chão.
Nessa prisão permanente
cada qual é seu irmão.
Valência de fora e dentro
ligam tudo ao mesmo centro
numa inquebrável cadeia.
Longas raízes que imergem,
todos os homens convergem
no centro da minha aldeia. 

António Gedeão

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Aprendeu?



Aprendi que não importa 
em quantos pedaços seu coração foi partido.
O mundo não para 
pra que você o conserte.

Willian Shakespeare

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Qual a cor?




Quando quero demonstrar que...
estou feliz, me visto de laranja
estou eufórica, me visto de verde limão
estou otimista, me visto de verde esmeralda
me sinto bonita, me visto de vermelho sangue
me divirto, me visto de roxo
estou tranqüila, me visto de branco
estou segura, me visto de preto, 
até mesmo azul marinho
me sinto querida, me visto de rosa bebê
estou com a família, me visto de amarelo
estou com os amigos, me visto de jeans
estou triste me visto de cinza
estou com preguiça, nem tiro o pijama

estou com saudade
me visto de caixa de lápis de cor 
para lembrar 
de todas as cores anteriores


E quando quero ser bem clara em demonstrar qualquer coisa, me dispo.

Me exponho - à toa."

desconheço a autoria

sábado, 1 de dezembro de 2012

30 anos se passaram



Gu
E então aqui estamos novamente
Mais um ano completo
Mais conquistas
Mais alegrias
Mais realizações
Mais vida
Olho pra você e vejo o grande homem em que se transformou.
Aquele menininho que chamava a todos de amigo,
Hoje é amigo de todos.
Feliz por fazer parte de tua vida!
Parabéns meu filho!
Renovo o meu amor por ti a cada dia.
Te amo!


terça-feira, 27 de novembro de 2012

Malmequer


A vida podia ser apenas estar sentado na relva,
Segurar um malmequer
E não lhe arrancar as pétalas,
Por serem já sabidas as respostas,
Ou por serem estas de tão pouca importância,
Que descobri-la não valeria a vida de uma flor.
(José Saramago)

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Valores


Cada criatura humana está  sozinha -
ligada à vida pelas amizades -
algumas tão pequenas, tão delicadas
que os solitários se apercebem
do seu valor infinito. 
Pam Brower

http://3.bp.blogspot.com/-3KEk9QAg_6g/UCGzbch6KuI/AAAAAAAAB9c/S7JtLO0SsAQ/s1600/qui-suis-je-sandra-van-doorn.gif

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Blanco



Blanco

Me vejo no que vejo
Como entrar por meus olhos
Em um olho mais límpido

Me olha o que eu olho
É minha criação
Isto que vejo

Perceber é conceber
Águas de pensamentos
Sou a criatura
Do que vejo

Octávio Paz

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

A missão do vento



Eu deixo aroma até nos meus espinhos,

ao longe, o vento vai falando de mim.


Cecília Meirelles




quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Quantos tipos de anjo você conhece?



Quantos tipos de anjo você conhece?

Anjos da guarda
Anjos com asas

Anjos solitários
Anjos solidários

Anjos que andam aos bandos
Anjos que entoam cantos

Anjos que acompanham
Anjos acompanhados
Anjos disfarçados

Anjos idosos
Anjos recém chegados

Anjos de resgate

Anjo do dia
Anjos da noite

Anjos de luz
Anjos pra ajudar a carregar a tua cruz

Anjos das ondas
Anjos dos bichos
Anjos dos signos
Anjos da vida
Anjos da lei

Anjos família
Anjos vizinhos
Anjos amigos

Quantos tipos de anjos você conhece?

(masfd)

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Ilusão



... E de novo acredito que nada do que é importante se perde verdadeiramente.
Apenas nos iludimos, julgando ser donos das coisas, dos instantes e dos outros.
Comigo caminham todos os mortos que amei,
Todos os amigos que se afastaram,
Todos os dias felizes que se apagaram.
Não perdi nada,
Apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre.

Miguel Souza Tavares

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Qual a importância que você dá?





Tudo tem a importância que você dá.

Se algo está incomodando, solte!

O que você carrega é responsabilidade sua.

Mesmo que seja a atitude de alguém, solte!

Mesmo que esse alguém seja parte integrante de sua vida, solte!

Solte e sinta a leveza de deixar ir algo que não é seu.

Fique com o que é seu e descubra quanto ainda seu tem que soltar.
(masfd)

domingo, 14 de outubro de 2012

Sem palavras



E a vida me deixa assim:

Sem palavras ...

frente a sua grandiosidade e beleza.

Emoção pura!

Sou grata!

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Já já de volta

Vou
Vôo
Volto
(?)

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Mais veneno


Escrevi isto em 02/08/2011:

Veneno

Quantos tentam com suas palavras doces, seus perfumes enebriantes, envenenar a minha alma?
Servem-me seu fel em taça de ouro cravejada de brilhantes.
Estou atenta, pois maior veneno é o que trago comigo caso me deixe levar por aparências.
A beleza não está no que vejo senão no que sinto.


Cabe direitinho na história que tenho pra contar hoje.


Um dia recebi a ligação de A.                                              
Estranhei pois não era tão grande assim a nossa amizade, principalmente quando A começou a falar do que falavam de mim na casa de B.            
Indignada comentei que não frequentava a casa de e não tinha nenhum contato com B.
Foi quando A me convidou para um café, pois tinha muito para me contar.                        
Agradeci e disse que no momento não tinha como, por conta do meu trabalho, mas que em algum momento poderíamos marcar o tal café.      
Eu, sinceramente, não queria saber de nada. Estava em paz com minha consciência, pouco me importando com o que pudessem pensar ou dizer. 

Um dia recebi a ligação de B.                                                  
Estranhei, pois havia anos que não falava comigo, estranhei mais ainda quando começou a falar de A e então foi queixa sobre queixa. Como se não bastasse começou a falar de C e foi queixa sobre queixa.          
Incrivelmente B me convidou para um café (oi?), pois tinha muito pra me contar, principalmente da C. Coisas que eu nem podia imaginar. 
    
Agradeci e disse que no momento não tinha como, por conta do meu trabalho, mas que em algum momento poderíamos marcar o tal café.      
Eu, sinceramente, não queria saber de nada.Estava em paz com minha consciência, pouco me importando com o que pudessem pensar ou dizer. 

Depois de muito tempo soube por outros meios que A e B já estavam na boa. Tudo resolvido, todos comendo na mesma mesa, alegres, sorridentes e contentes. E eu fiquei imensamente feliz por eles e por não ter ido àquele café. 

Muito mais tempo depois, novamente soube por outros meios que B e C estavam na boa. Tudo resolvido, todos comendo na mesma mesa, alegres, sorridentes e contentes. Ahh e a A estava lá também. E eu fiquei imensamente feliz por todos eles e por não ter ido àquele café.

Assim é a vida!

Temos que ter discernimento do que realmente vale a pena em nossa vida.
(masfd)

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Desvirtualizando Belo Horizonte/São Paulo


Quem disse que amizade começa com olho no olho?
Esta aqui começou blog no blog. 
Um reconhecimento de almas.
Olho no olho mesmo só depois de dois anos de muito comentário,
troca de e-mails, msn e de sentimentos mútuos.


Foi uma surpresa, uma grata surpresa saber que esta menina (Regina Rozenbaum) estava em São Paulo e tão pertinho de mim.
A emoção era tanta que a foto saiu trêmula.



Ela fez aniversário e a presenteada fui eu.
Pode isso?
Olha lá como eu tava emocionada (levando em consideração que sou um tanto atrapalhada para certas coisas), deixei a alça da máquina tapando o presente.


Regina, ter você aqui no meu cantinho foi especial.
Senti a tua energia e confirmei o que meu coração já sabia,
um Ser abençoado, uma irmã de caminhada, cada uma a seu modo.
Minha gratidão Pai Eterno por esta oportunidade!
Minha gratidão Regina por essa visita e por tua presença!
Sou abençoada por ter pessoas tão especiais em minha vida!

sábado, 11 de agosto de 2012

Homenagem ao meu pai



Esta foto foi tirada no dia do casamento de meus pais.
Casaram-se por procuração em 1953.
Ele aqui no Brasil e ela lá em Portugal.
Na dedicatória ele escreveu:
Ofereço à minha querida esposa como prova de grande amor.
Antonio

Meu pai viajou....
foi pra bem longe passear.
Só não imaginou
que jamais ia voltar.
Ou quem sabe, sabia sim e
achou que dessa maneira
minha dor ia aliviar

Ficou na lembrança
o teu sorriso naquele dia
- o dia da despedida -
que mal sabia eu, era pra toda vida.

Agora é só saudade. 

Onde estiveres Tó
meu coração está contigo

Tua filha

muleca



sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Ausência




Ausência não significa falta,

quer dizer simplesmente

que é tempo de ouvir melhor nosso Eu Interior

e cuidar com carinho de nossos sonhos.







terça-feira, 24 de julho de 2012

Para Mika



Algumas pessoas a gente nem imaginava que existiam.
Mas, meu Deus!
Que agrado bom para a alma descobrir que vivem.

Ana Jácomo

Dia especial!
Aniversário da amiga Mika.
Alguém que Deus colocou no mundo 
para fazer dele
um lugar melhor.


Mi, 
grata por tudo.
Feliz aniversário!
Feliz vida!

sábado, 14 de julho de 2012

Seguindo a jornada




É hora de partir, meus irmãos, minhas irmãs.
Eu já devolvi as chaves da minha porta
e desisto de qualquer direito à minha casa.
Fomos vizinhos durante muito tempo
e recebi mais do que pude dar.
Agora vai raiando o dia
e a lâmpada que iluminava o meu canto escuro
apagou-se.
Veio a intimação e estou pronto para a minha jornada.
Não indaguem sobre o que levo comigo.
Sigo de mãos vazias e o coração confiante.



Rabindranath Tagore

terça-feira, 10 de julho de 2012

Qual a distância?




"O voo até a lua não é tão longe.

As distâncias maiores que devemos percorrer

estão dentro de nós mesmos."

Charles de Gaulle

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Sonho libertos




Existe essa alegria, 
e eu não posso evitá-la, 
pois são poucos os gestos permitidos,  
se você reparar;  
não podemos desperdiçar um que seja.  
Então, muitas vezes,  
eu preciso de um fone de ouvidos  
para ouvir a minha alegria bem alta  
sem incomodar o vizinho. 
Então, eu me sento  
ali no cantinho e sou feliz, 
escancaradamente sem motivo!

Rita Apoena

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Onde?



Onde o sentido está contido?
Comigo? Contigo?
Onde andará o sentido?
Sentado à beira do abismo?
Abismado com tanto cinismo?
Onde andará o sentido?
Sentado no cais a ver navios?
No meio do mar à deriva?
Onde o sentido se esquiva?

Chacal

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Disquitação na insônia

                                                        http://www.webmechta.com/f/poznay-mir/don-kihot.jpg



Que é loucura :  ser cavaleiro andante
ou segui-lo como escudeiro?
De nós dois, quem o louco verdadeiro?
O que, acordado, sonha doidamente?
O que, mesmo vendado,
vê o real e segue o sonho
de um doido pela bruxa embruxado?
Eis-me, talvez, o único maluco,
e me sabendo tal, sem grão de siso,
sou – que doideira – um louco de juízo.

Carlos Drummond de Andrade



segunda-feira, 25 de junho de 2012

Delicadezas



“Eu gosto de delicadeza.

Seja nos gestos, nas palavras, nas ações,

no jeito de olhar, no dia-a-dia

e até no que não é dito com palavras,

mas fica no ar...”


Manoel Bandeira

quinta-feira, 21 de junho de 2012

No palco da vida


A vida

é um grande teatro

e ela espera

que cada um de nós

atue 

com a Essência.
 
(masfd)