Bloguinho da Zizi

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Ou toca ou não toca....


Não me prendo a nada que me defina.
Sou companhia, mas posso ser solidão.
Tranquilidade e inconstância.
Pedra e coração.

Sou abraços, sorrisos, ânimo, bom humor,
sarcasmo, preguiça e sono!
 
Música alta e silêncio.

Serei o que você quiser, 
mas só quando eu quiser.

Não me limito, não sou cruel comigo!
Serei sempre apego pelo que vale a pena
e desapego pelo que não quer valer… 

Suponho que me entender não é uma questão de inteligência
e sim de sentir,
de entrar em contato.
Ou toca, ou não toca.

Clarice Lispector

10 comentários:

♫*Isa Mar disse...

Oi Zizi, divino esse poema da Clarice!
Beijos e ótima semana!

Denise disse...

Zizi, irmigamada, essas palavras de Clarice mostram tão bem a nossa incompletude, a dualidade - luz e sombra - que somos...que aprendemos a ser, sendo...
Tuas postagens estão ligadas uma à outra, numa corrente invisível que mostra as cores, os olhares diferentes que são faróis a iluminar nossas reflexões...é bom navegar por aqui, deixando-me tocar pelo que encontro...obrigada!!!!

Um beijo com imenso carinho!

Angela Fonseca disse...

Aaaaamo a Clarisse de paixão! e essa dicotomia somos todos nós. Ferreira Gullar também já escreveu sobre isso. Sabe o que eu acho? Que é muito bom sermos "esta metamorfose ambulante...", não é? Beijinhos, Angela
http://noticiasdacozinha.blogspot.com

Graça Pereira disse...

Estou de acordo com Clarice, totalmente! Ou se é...ou não!!
Tenho andado longe dos comentários na casa dos meus amigos por causa do Concurso lá no Zambeziana mas...já passou ,como tudo passa na vida!
Falta publicar uns trabalhos que o júri tb destacou e depois...vou de férias porque me sinto mesmo cansada e necessitada de mudar de ares.
E tu, minha querida, tens passado bem?
Mil beijocas e uma semana muito feliz!
Graça

ValériaC disse...

Absolutamente maravilhoso este poema da Clarice... perfeito...
Boa semana...beijos...
Valéria

✿ chica disse...

Clarice sempre dá o toque...Lindo!beijos,linda semana,chica

Calu disse...

Somos mesmo esses extremos alternados.E ainda bem que assim é, pois a mesmice se confunde falsidade.
Que nossa alteridade produza realidade.
Clarice diz tudo com maestria.
Bjo querida,
Calu

William Garibaldi disse...

Linda Clarice! Amo!
Também não nos prendemos a nada feito ela...
Mas sobre o post lá do VF, é que eu vim aqui em baixo pra lutar minha amiga... sou um soldado da quebra de paradima! É uma dura missão!

Bjus de Luz amiga! Grato por estar sempre com seu carinho me iluminando!

ONG ALERTA disse...

Eterna Clarisse...boa escolha.
Beijo Lisette.

Regina Rozenbaum disse...

Nem vou dizer nada...carece nauuummm.
Beijuuss, amaaada, n.a.