Bloguinho da Zizi

sábado, 14 de maio de 2011

Ao meu velho Tó



88 anos
Como seria se estivesses aqui entre nós hoje?
Não sei...
Tão cedo te foste, nem me despedir eu pude.
O que me conforta é saber que partiste feliz, 
realizando o teu sonho, na tua terra, no teu chão.
Foi sofrido sim, a dor que ficou estava ali, estampada no rosto
da minha baixinha, e nem o nascimento dos netos a fez sorrir como antes. 
Isso durou 7 anos, até que ela resolveu ir te procurar entre as estrelas.

88 anos
teu aniversário e eu nem posso ir te visitar, te abraçar, te beijar, tão distante estás.
Ficou a saudade de ti paizinho, e as lembranças que consegui trazer para teus netos.
Eles nunca te viram senão por fotos, mas temos aquela gaveta, lembra?
E ela tem nome:
a gaveta do vó Tó.
Isso dava a impressão que conviveram contigo desde sempre. 
Foi muito bom.
Havia respeito mesmo sem que te conhecessem.

Hoje fico na saudade... nas lembranças... 
até que um dia eu também te busque entre as estrelas.

4 comentários:

✿ chica disse...

Lindas e emocinantes palavras cheias de saudades! beijos,chica

Astrid Annabelle disse...

Existem certas lembranças que não tem jeito, não é mesmo Zizi?
Somos obrigadas a viver de saudades!
Beijo grande e um abraço carinhoso.
Astrid Annabelle

Angela Fonseca disse...

Boas lembranças alimentam a alma cheia de saudades. Viva o Tó, pai de Zizi, tão amorosa filha. Beijinhos, Angela

Jorge (Nectan) disse...

Amor não tem barreiras nem dimensões. O Amor é vida, saudade e que faz a gente seguir com amor pelo caminho até um dia encontrarmos com nossos entes amados nas estrelas.

Lindo e emocionante poema, Anjo!

Um doce beijo