Bloguinho da Zizi

quarta-feira, 16 de março de 2011

Despedida


Por mim, e por vós, e por mais aquilo
que está onde as outras coisas nunca estão
deixo o mar bravo e o céu tranqüilo:
quero solidão.
Meu caminho é sem marcos nem paisagens.
E como o conheces ? - me perguntarão. -
Por não ter palavras, por não ter imagem.
Nenhum inimigo e nenhum irmão.
Que procuras ?
Tudo.
Que desejas ?
Nada.
Viajo sozinha com o meu coração.
Não ando perdida, mas desencontrada.
Levo o meu rumo na minha mão.
A memória voou da minha fronte.
Voou meu amor, minha imaginação ...
Talvez eu morra antes do horizonte.
Memória, amor e o resto onde estarão?
Deixo aqui meu corpo, entre o sol e a terra.
(Beijo-te, corpo meu, todo desilusão !
Estandarte triste de uma estranha guerra ... )
Quero solidão.

Cecília Meirelles

8 comentários:

chica disse...

Linda!Levei um susto, achei que era tua despedida! Ainda bem que é da Cecília,rsrs beijos,chica

laurinhando por ai disse...

Zizi

A despedida pode ser triste ou não...
Depende de como percebemos essa nossa vida terrena...
Mas que dói , dói mesmo...mas tudo passa!Até essa solidão que as vezes nos ataca!!!!
bjos
Laurinha

Jorge disse...

Melancolia....momentos para reflexão.
Solidão é bom quando é para nosso reeencontro conosco mesmo.
Momentos únicos!!!

Anjo luz, um super beijo!!!

Graça Pereira disse...

Demasiado lindo e forte este poema, de alguem que está desiludido com a vida, com todos e ,talvez até, consigo próprio!
Minha querida quando comentaste no meu blog , o post ainda não estava completo...quando puderes dá lá outro saltinho.
Mil beijocas
Graça

Rejane-Enajer disse...

Zizi minha querida, eu tenho um verdadeiro fascínio por janelas-sei lá porque?! amei a sua!! eu estou para terminar uma tela para colocar em minha sala .É uma janela com uma
mulher olhando para dentro da sala -quando estiver pronta envio por e-mail para você ver.
Um bjãooooo

Angela Fonseca disse...

Esta Cecília Meirelles... Quanta inspiração! Coisa de alma velha, sábia. Quantas imagens lindas, Zizi! Este blog é encantador, dá prazer vir aqui. Beijinhos, Angela

Patrícia Quel disse...

Oi!!
Nossa!
Que inspiração deliciosa de se ler...
Bjs!

Selma Brandespim disse...

Zi,
Me enxerguei lendo o texto, me exerguei todinha... enxerguei tantas pessoas que buscam não sei o quê... chegamos sós e vamos embora sós... eu e minha essência, quando a nossa fusão ocorrer acabará essa eterna busca, e não será uma despedida, e sim um reencontro...
Amei sua postagem!
beijos.