Bloguinho da Zizi

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Ausência



Num deserto sem água
Numa noite sem lua
Num país sem nome
Ou numa terra nua
Por maior que seja o desespero
Nenhuma ausência é mais
Funda do que a tua.

Sophia de Mello Breyner

8 comentários:

Angela Fonseca disse...

Usou as palavras de Sophia para expressar exatamente o que venho sentindo! Amiga, você faz uma falta! Que saudade deste bloguinho... Sei que você tem os seus motivos e eu respeito muito. Mas sinto sua falta, fazer o quê? Fique com Deus e não demore muito. Beijos, Angela
http://noticiasdacozinha.blogspot.com

✿ chica disse...

Que coisa m,ais linda!!! Feliz em te ver e vim agradecer em meu nome e no de RAPOSILDO , que acabou de ler só mostro depois que tem vários comentários,rsrs) e vale toda força!! Obrigado de coração e ele deu o sorrisinho!!! beijos,estamos em semana final antes de iniciar as 33 sessões de Radio! beijos,chica

Denise Portes disse...

Tão lindo Zizi! Eu também estava com saudades de você lá no meu Delírio da bruxa.
Um beijo
Denise

Denise disse...

Tu ausência deixa uma vontade de vc, de tua sensibilidade, um quê de saudade....que bom receber teu carinho e sentir tua volta...

Bjos, maninha - bem-vinda!

Fabulosa Fabuladora disse...

Gostei do poema, muito intenso!

ValériaC disse...

Que lindo querida...
Saudades de você amiga, você faz muita falta por aqui, você tem muito de si a doar para o mundo...beijinhos
Valéria

Amapola disse...

Boa tarde.

A ausência de quem se ama, dói tanto que parece punição.

Felicidades!

Beijos.
Maria Auxiliadora (Amapola)

Graça Pereira disse...

Adoro este poema de Sophia...Tem musicalidade e o ritmo das ondas deste mar que ela amava!
Espero que a ausência seja só por motivo de férias.
Mil beijos
Graça